Veja os resultados da primeira avaliação dos trens e metrôs de BH, RJ e SP

Compartilhar



Dando sequência à série de divulgações especiais do mês da mobilidade, o Idec, ONG de Defesa do Consumidor, lançou nesta quinta-feira (13) os resultados da avaliação realizada por usuários dos sistemas metroferroviários nas cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, gerados a partir do aplicativo MoveCidade.

De acordo com as avaliações dadas por mais de 500 passageiros dessas três capitais no último ano, as linhas de transporte que se concentram nas áreas centrais são melhor avaliadas dos que as mais periféricas, como ocorre na relação entre as linhas de metrô e de trens. No Rio de Janeiro e em São Paulo, onde há sistemas metroferroviários em operação, as médias das notas dos metrôs, são bem superiores do que as de trens. E mesmo quando comparadas cada uma das linha dos metrôs, aquelas que se concentram nas regiões centrais são melhor avaliadas do que as mais periféricas, segundo as notas dadas pelos próprios usuários.

Essa constatação é grave, e demonstra que os governos tratam os sistemas de metrô e trens sem a padronização e qualidade necessária. Para o usuário, o sistema deveria ser integrado e ter a mesma qualidade, mas infelizmente fica claro para ele a diferença de atenção que cada sistema recebe.

Apesar de terem melhores notas em relação aos trens, os metrôs registram uma forte queda na avaliação quando o quesito é lotação. O problema que já é conhecido por quem usa esse meio de transporte foi evidenciado na pesquisa, sendo resultado da lenta ampliação da rede. Veja aqui todos os gráficos do levantamento:

GrafMetroFerrBH

 

 

 

 

GrafMetroFerrRJ

 

 

 

 

GrafMetroFerrSP

 

 

 

 

GrafMetroRJ

 

 

 

 

GrafTremRJ

 

 

 

 

GrafMetroSP

 

 

 

 

GrafTremSP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Participe desta pesquisa avaliando as suas viagens pelo aplicativo MoveCidade.